Últimas notícias e novidades do escritório regional da World Surf League na América Latina

 

Brasileiros e peruanos conquistam títulos sul-americanos em 2019

Cinco dos seis títulos sul-americanos da WSL Latin America já foram decididos, faltando apenas o da campeã do principal ranking regional, que será encerrado nos dias 13 a 15 de dezembro em Pichilemu, no Chile. O masculino foi conquistado pelo surfista de Saquarema (RJ), João Chianca, por apenas 10 pontos de vantagem sobre o catarinense Lucas Vicente. Outros três foram definidos nas etapas finais do Oi Pro Junior Series e do Oi Longboard Pro, nos dias 8 a 10 de novembro na Praia de Maresias, em São Sebastião (SP).

A catarinense Tainá Hinckel conseguiu o bicampeonato Pro Junior e o peruano Piccolo Clemente foi tetracampeão no Longboard ainda no sábado, com a carioca Chloé Calmon confirmando o primeiro dela no domingo. O outro título do Pro Junior foi decidido na última etapa, no Máncora Junior Pro Peru, com Raul Ríos quebrando a hegemonia brasileira na categoria masculina, sendo o primeiro peruano campeão sul-americano na história da WSL Latin America. Veja as notícias dos dias de cada conquista nos links abaixo:

http://wsllatinamerica.com/raul-rios-e-sol-aguirre-campeoes-em-mancora/

http://wsllatinamerica.com/final-oi-pro-junior-series-em-maresias/

http://wsllatinamerica.com/sabado-oi-pro-junior-series-maresias/

http://wsllatinamerica.com/joao-chianca-e-o-novo-campeao-sul-americano-da-wsl-latin-america/

 

Último título sul-americano será decidido em dezembro no Chile

A WSL Latin America anuncia oficialmente, que a campeã do principal título feminino de surfe profissional da América do Sul em 2019, será mesmo definida no Maui and Sons Pichilemu Pro by Royal Guard, nos dias 13 a 15 de dezembro nas ondas de Punta de Lobos, em Pichilemu, no sul do Chile. O impasse ficou pela mudança de data, pois o evento estava marcado para os dias 31 de outubro a 02 de novembro, porém precisou ser adiado devido a insegurança gerada pela onda de protestos populares no país andino. Como ficou para dezembro, os pontos só valerão para o WSL Qualifying Series de 2020, mas a WSL Latin America conseguiu que eles sejam computados no ranking regional de 2019, para que a decisão do título sul-americano aconteça mais uma vez na etapa feminina mais tradicional do continente. As inscrições seguem abertas no site da WSL através do link abaixo da notícia:

http://wsllatinamerica.com/confirmada-a-decisao-em-pichilemu/

http://wsl.memberpro.net/main/body.cfm?menu=regions&submenu=loginNowREGL&regionid=8

 

Lucas Vicente é o campeão mundial Pro Junior 2019 em Taiwan

Lucas Vicente (Foto: Matt Dunbar / WSL via Getty Images)

O catarinense Lucas Vicente é o novo campeão mundial Pro Junior de 2019 e Amuro Tsuzuki conquistou o primeiro título mundial do Japão na história da World Surf League. A vitória do Lucas no Taiwan Open of Surfing foi emocionante, de virada, na última onda que surfou numa final de alto nível com o norte-americano Kade Matson. Ele completou um aéreo incrível que valeu 8,93, para vencer por 17,56 a 17,40 pontos e aumentar para nove, o recorde de títulos mundiais do Brasil em 21 anos de história desta competição para surfistas com até 18 anos de idade. Lucas repetiu o feito de Mateus Herdy no ano passado, outro catarinense também revelado pelo ótimo trabalho da Associação de Surf da Joaquina (ASJ). Leia a notícia no link:

http://wsllatinamerica.com/lucas-vicente-campeao-mundial-pro-junior-2019/

 

Uruguaio Marco Giorgi vence o QS 3000 Taiwan Open of Surfing

Marco Giorgi com a bandeira do Uruguai no pódio em Taiwan (Foto: @WSL / Matt Dunbar)

O uruguaio Marco Giorgi, que mora em Garopaba (SC), conquistou o título do QS 3000 Taiwan Open of Surfing nas ondas de Jinzun Harbour, em Taitung. Ele foi o único sul-americano a chegar nas quartas de final que abriram o último dia, com a vitória sobre o australiano Mitchell Parkinson, o levando da 111.a para a 68.a posição no ranking do WSL Qualifying Series. Como a etapa do QS 3000 só terminou na terça-feira, o início do Taiwan World Junior Championship, que decide os títulos mundiais da World Surf League na categoria Sub-18 nas mesmas ondas de Jinzun Harbour, ficou para a quarta-feira em Taiwan. Leia a notícia no link:

http://wsllatinamerica.com/uruguaio-marco-giorgi-e-o-campeao-do-qs-3000-de-taiwan/

 

Maria Fernanda Reyes é bicampeã no Rincon Longboard de Porto Rico

Callie Summerlin, Maria Fernanda Reyes, Parker Sawyer e Steve McLean (Foto: Muschett / WSL North America)

O Peru colecionou mais uma vitória na World Surf League nessa temporada, com Maria Fernanda Reyes sendo bicampeã do Rincon Surf Fest WSL North America Longboard Championships, em Porto Rico. A peruana dominou as baterias que competiu nas ondas do reef break de Domes Beach, em Rincon, como na final do domingo com Callie Summerlin, que ficou com o título norte-americano de Longboard de 2019. O chileno Rafael Cortez também representou bem a América do Sul, só perdendo nas semifinais para o novo campeão norte-americano de Longboard, Steve McLean, que venceu o Rincon Surf Fest. Leia a notícia:

http://wsllatinamerica.com/maria-fernanda-reyes-e-bicampea-em-porto-rico/

 

Frederico Morais vence em Haleiwa e assume liderança no QS

Frederico Morais (Foto: Keoki Saguibo / WSL via Getty Images)

O português Frederico Morais garantiu seu retorno a elite do World Surf League Championship Tour, vencendo o QS 10000 Hawaiian Pro no domingo de ondas de 4-6 pés em Haleiwa Beach, último dia do prazo para encerrar a primeira joia da Tríplice Coroa Havaiana. Com a vitória, “Kikas” tirou a liderança do WSL Qualifying Series do potiguar Jadson André, ultrapassando os quatro brasileiros que encabeçavam o ranking e eram os únicos já confirmados no CT 2020. Leia a notícia completa no link:

http://wsllatinamerica.com/noticia-final-do-hawaiian-pro-haleiwa/

 

Australianos fazem a festa no último QS de 2019 em Sunset Beach

Jack Robinson (Foto: Keoki Saguibo / WSL via Getty Images)

Os australianos fizeram a festa na etapa final do WSL Qualifying Series, encerrada nesta segunda-feira no Havaí. Jack Robinson ganhou a Vans World Cup, fazendo o maior placar da história em finais em Sunset Beach com dois tubaços, 19,07 pontos de 20 possíveis. Ethan Ewing também se classificou para o CT 2020, com o terceiro lugar na decisão com dois havaianos, que valeu a liderança na Vans Triple Crown of Surfing. Ezekiel Lau precisava da vitória para se manter na elite e terminou em segundo lugar, com Cody Young em quarto. E outro australiano, Morgan Cibilic, foi premiado como o “Estreante do Ano” na Tríplice Coroa. Leia a notícia completa no link:

http://wsllatinamerica.com/australianos-fazem-a-festa-em-sunset-beach/

 

Carissa Moore campeã mundial e Stephanie Gilmore vence Maui Pro

Carissa Moore (Foto: Kelly Cestari / WSL via Getty Images)

A havaiana Carissa Moore conquistou seu quarto título mundial no World Surf League Championship Tour 2019, nas quartas de final do lululemon Maui Pro nesta segunda-feira no Havaí. O tetracampeonato foi confirmado quando a heptacampeã Stephanie Gilmore, derrotou a californiana Carolline Marks nas ondas de 4-6 pés em Honolua Bay, na ilha de Maui. Depois, a australiana carimbou a faixa de Carissa Moore nas semifinais e venceu o lululemon Maui Pro, no outro confronto de campeãs mundiais que fechou a última etapa do ano, com Tyler Wright. A brasileira Tatiana Weston-Webb perdeu para Tyler nas semifinais e dividiu o terceiro lugar com Carissa Moore, subindo para o sexto lugar no ranking final de 2019. Leia a notícia completa no link:

http://wsllatinamerica.com/carissa-moore-e-a-campea-mundial-de-2019/